AS DIFERENTES FORMAS DE UM CONTEÚDO MÁGICO – A LITERATURA INFANTIL.

Quanto mais contato e amor à literatura, maiores serão as chances de uma criança se desenvolver integralmente. Não apenas como aluno em plena fase de descobertas, mas também como ser influente na sociedade da qual é parte. A familiaridade com os livros é hábito que se cria desde cedo, e dele só se pode extrair benefícios. Grandes benefícios!

OS MITOS E AS LENDAS 

Muitas vezes relacionadas ao folclore de determinado país ou povo, as lendas, não raro, possuem versões diferentes – e esta variação se explica principalmente em função da região em que são contadas. Comumente baseadas em fatos históricos e transmitidas de geração em geração, as lendas estão estreitamente relacionadas ao imaginário das pessoas e, por isso mesmo, são ótimas para o desenvolvimento cognitivo de jovens e crianças. 

Quanto aos mitos, são histórias que estimulam muito a imaginação e a criatividade infantil, com protagonistas sobrenaturais e seres mágicos, geralmente com o intento de explicar o desconhecido. A exemplo das lendas, são repassados oralmente, alguns deles ao longo de séculos. 

A FÁBULA

Este gênero narrativo é especialmente importante para despertar e cultivar nos pequenos o senso moral, uma vez que sempre encerram alguma lição. 

Tomemos a fábula da cigarra e da formiga, apenas para citar uma das mais conhecidas. Nela, é enaltecido o valor de se trabalhar e de se preocupar com o dia de amanhã. Um ensinamento para a vida!

O CONTO

O conto possui atributos muito característicos que o definem como narrativa: é  em geral curto e contém personagens que passam por algum tipo de situação conflituosa. Grandes autores da literatura universal se notabilizaram pela maestria no manejo do conto, como Kafka, Oscar Wilde, Edgar Allan Poe, Machado de Assis, Isaac Asimov e muitos outros. Ainda que de forma inconsciente, a leitura de contos infantis ou adaptados para crianças incentiva os baixinhos a encararem seus dilemas de maneira mais fácil e natural. 

A CRÔNICA

É uma espécie de irmã do conto, sendo muitas vezes difícil estabelecer fronteiras precisas entre um gênero e outro. Porém, grosso modo, a crônica se atém mais aos acontecimentos cotidianos, sem tramas muito complexas e caracterizada pela informalidade da linguagem. 

O ROMANCE

Temos aqui um gênero marcado pela extensão da narrativa, bem mais longa que a dos demais formatos citados anteriormente. 

E é impossível pensar em romance direcionado ao público infantojuvenil sem lembrar da série de livros Harry Potter, um fenômeno tão poderoso junto aos jovens a ponto de despertar neles um reavivamento no interesse pela leitura e pela escrita, com seus longos enredos, tramas e subtramas.

É, conteúdos e formas os mais variados não faltam para despertar nas crianças o gosto pela literatura. E tornar os livros infantis sempre acessíveis é missão dos educadores, na escola, e dos pais, em casa!

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas.

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.