Mestres: nosso abraço, este ano, não pode ser físico. Mas é o mais apertado de todos!

0
Dicas  |  Next 2 You

De uma hora para outra, a rotina escolar do mundo inteiro virou do avesso. O que exigiu dos professores, mais do que talento e dedicação, uma dose extra de resiliência. No Next, eles responderam ao desafio de maneira exemplar. E souberam transformar adversidade em superação.

Alguns deles nos dão hoje o seu testemunho de como lidaram – e continuam lidando – com a dinâmica de ensino em tempos de pandemia. A todos os mestres, a nossa admiração, o nosso agradecimento e os nossos parabéns!

“Ser professor durante o período de pandemia: tive que ser criativo, me reinventar, replanejar minhas ações, repensar o modo de lecionar, ter jogo de cintura….enfim, tive que ser educador!” 
Professor Fernando Henrique Ataíde Almeida – Física

“Ser professor na pandemia foi um desafio gigantesco. As primeiras semanas foram complicadas, o meu ritmo de trabalho triplicou. Tivemos que mudar totalmente o modelo de aula, readaptar os critérios de avaliações e criar estratégias para manter a atenção dos alunos.
Confesso que achei que não ia dar conta, porém, como sempre, a organização da gestão e o suporte do TI fizeram com que tudo fluísse. Mais uma vez, toda a equipe estava unida e fazendo tudo dar certo, mesmo com todos os problemas que surgiam.
Fico feliz em ter 100% de presença nas aulas, pois não é fácil o aluno ficar o tempo todo olhando para uma tela de computador.
A comunicação entre Direção, Coordenação e professores foi muito eficaz. A tecnologia e os aplicativos usados foram de total importância.
Acredito que a escola e todos os envolvidos fizeram muito bem a lição de casa, e com toda essa história triste de inseguranças e indefinições que a pandemia nos trouxe, só tenho uma certeza: a de que nada substitui o ambiente escolar.”
Professora Maristela Berti –  Matemática

“Ser professor em época de pandemia é ser PROFESSOR: é enfrentar o desafio de ensinar, aprendendo; criar, transformando; buscar, acreditando; reproduzir o ambiente afetivo, dinâmico e vivo da sala de aula, num espaço virtual.”
Professora Marcela Piovani Zanutto Rossi – Português e Redação

“Apesar do grande desafio de ficar distante dos alunos, dos colegas e do ambiente escolar, foi incrível como a possibilidade de continuar com as aulas remotamente aconteceu tão rápido e de forma tão fácil para nós – já que tivemos todo o suporte, o apoio, as instruções e principalmente a tecnologia ao nosso dispor, o que já contávamos mesmo antes da pandemia. O colégio providenciou, de forma eficiente, todos os recursos necessários para que nosso trabalho pudesse decorrer da melhor forma e para que os alunos evoluíssem em seus estudos da maneira menos impactante possível. A palavra que define este ano é “orgulho”: dos professores que deram seu melhor, dos alunos que se mantiveram firmes nos estudos e do Colégio que nos deu as chances para que tudo isso pudesse acontecer! Então, como professora desta escola, fica aqui o meu muito obrigada!”
Teacher Elisa Hungaro – Inglês 

“De maneira geral, acredito que tanto para nós, docentes, quanto para os discentes, lecionar e aprender neste período de pandemia está sendo um momento desafiador, uma situação que nos obriga a sair da nossa zona de conforto para aprender a lidar e inserir em nosso cotidiano diferentes ferramentas tecnológicas ligadas ao ensino a distância.
Nós, professores, tivemos que repensar nossa metodologia de aula, procurando adequá-la ao ensino remoto.
Não foi e nem está sendo fácil. No entanto, devemos lembrar que as circunstâncias desafiadoras contribuem significamente para nosso crescimento enquanto pessoas e especialmente para mim, enquanto profissional da educação.”

Professora Fernanda Cristina da Silva Foga – Geografia

“Entre os maiores desafios de ser professor no período de pandemia, está manter os alunos atentos, empenhados e em interação – seja conosco ou com os colegas, apesar das inúmeras distrações que existem em casa e na internet, apesar da distância física.”
Professora Camila Vieira – Redação

“O fato de utilizarmos o iPad como ferramenta pedagógica há 8 anos facilitou muito a adaptação às aulas em ambiente exclusivamente virtual. Mas houve muitos momentos, durante esse percurso, em que tivemos de nos reinventar e buscar diferentes formas de interação, de aprendizagem e de avaliação para que os alunos se sentissem motivados a estar em nossas aulas cotidianamente.
Um aspecto que me surpreendeu e me surpreende positivamente nas atividades online é o comprometimento dos alunos, que nos acolhem e se desdobram para tornar nossas aulas momentos realmente significativos de aprendizagem. Refiro-me especialmente aos do 9° ano ao 3° ano do Ensino Médio, para os quais dou aulas de Português, Gramática e Literatura.”

Professora Lucia Inez Berto Calvinho – Gramática/Literatura

E agora, o presente-surpresa dos alunos:

6º Ano
7º Ano
9º Ano
Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.