Entre a depressão e a ansiedade, fique com a superação.

0
Dicas  |  Next 2 You

Em um extremo, quadros depressivos. Na outra ponta, crises de ansiedade. No meio dos dois, um mesmo fato desencadeador: o surto da Covid-19, que provocou e continua provocando mudanças radicais de comportamentos e rotinas. Aqui e no mundo inteiro!

No Brasil, somamos 12 milhões de deprimidos. Nada menos que o maior contingente da América Latina.

De acordo com estudos assinados por psiquiatras de universidades americanas, pessoas em quarentena, profissionais na linha de frente do combate à doença, infectados e grupos de risco vêm experimentando com maior intensidade tristeza, raiva, medo, depressão e estresse.

Já a ansiedade, que afeta 18 milhões de brasileiros, é outra consequência típica do isolamento. O medo da exposição ao vírus, o risco de perda de amigos e parentes e os problemas econômicos decorrentes da pandemia só agravam as coisas, aumentando até mesmo os índices de suicídio.

Especialistas enfatizam a necessidade dos pais estarem atentos ao comportamento de seus filhos, pois as reações ao isolamento social variam muito de indivíduo para indivíduo. Uma forma de reduzir os danos emocionais às crianças é procurar filtrar as notícias que chegam a elas, mantendo tanto quanto possível suas atividades cotidianas.

É preciso lembrar que a maioria das pessoas não desenvolverá a doença, e que, dentre as que são acometidas, grande parte acaba por se recuperar completamente.

Aproveitar o momento para uma reflexão sobre projetos de vida, para aproximar-se da família ou desenvolver habilidades são só algumas das muitas oportunidades saudáveis que podemos extrair desta situação adversa.

Descobrir novos prazeres, reavivar os já esquecidos, deliciar-se com um livro, fazer um curso via internet, promover videoconferências com amigos… enfim, inúmeras são as formas de mitigar um pouco as limitações a que, por ora, temos que nos submeter. Descubra as suas e supere-se!

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. É só clicar aqui!

Fonte para a elaboração do texto: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/05/08/depressao-e-ansiedade-devem-aumentar-na-quarentena-veja-onde-buscar-ajuda.htm

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.