Como lidar com os desafios na fase de alfabetização das crianças?

O desenvolvimento da oralidade, da escrita e da capacidade de leitura é uma fase empolgante e divertida para as crianças. Mas assim como acontece no início de todo processo de aprendizado, ela também é repleta de dificuldades.

A alfabetização é crucial para as próximas etapas educativas e impacta diretamente no modo como cada um vai lidar com a aprendizagem ao longo da vida. Por isso, as grandes dificuldades das crianças se tornam desafios na alfabetização, tanto para os professores quanto para os responsáveis.

Segundo os dados divulgados em 2017 pelo Programa de Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), realizado pelo Ministério da Educação (MEC), a cada 100 crianças que concluem a fase de alfabetização, 50% delas permanecem com grandes dificuldades para ler, escrever e fazer pequenas contas.

Para auxiliar pais e professores a promover uma efetividade maior nessa fase educativa, separamos algumas dicas a seguir!

1. Acompanhe as leituras

Os primeiros anos escolares de uma criança são extremamente relevantes para o desenvolvimento cognitivo humano. Mas a alfabetização não se resume ao ensino escolar, tendo as atitudes dos pais grande impacto na superação das dificuldades apresentadas pelos pequenos durante esse processo.

As práticas de leitura e escrita requerem o acompanhamento dos pais, impactando em um bom desempenho escolar. Assim, as crianças se sentem mais motivadas para continuar aprendendo e se desenvolvendo, ainda que tenham de enfrentar obstáculos.

2. Estimule sem cobrança

Uma atitude positiva para manter a motivação das crianças é estimular que estejam sempre se envolvendo com atividades alfabetizadoras, mas sem tornar aquele aprendizado uma obrigação. Afinal, cada pessoa apresenta um tempo distinto para assimilar os novos conhecimentos, sendo extremamente importante a paciência dos responsáveis.

Algumas formas de fazer isso é estimulando os filhos a identificarem as palavras escritas em placas ou rótulos de embalagens e elogiando sempre as novas conquistas dos pequenos.

3. Valorize os livros

Os livros infantis são fascinantes, porque, além de possuírem ilustrações ricas em cores e detalhes, permitem a assimilação da criança aos livros, revistas e jornais lidos pelos adultos.

Nos primeiros momentos, os pequenos leitores podem contar com a ajuda dos responsáveis ou irmãos mais velhos, avançando sozinhos conforme forem memorizando cada figura e palavra presentes nos livros.

É importante ter em mente o nível de alfabetização da criança, fornecendo livros adequados ao momento do aprendizado, mas sempre impulsionando seu filho a ler coisas novas e, pouco a pouco, mais complexas. Ainda que a criança não consiga ler, os pais podem contar as histórias, apontando as palavras para memorização.

4. Abuse do lúdico

A linguagem lúdica, das brincadeiras, é facilmente absorvida pelos pequenos. No processo de alfabetização, ela é a grande aliada, porque consegue solucionar muitas dificuldades de um jeito bem divertido.

Jogos como caça-palavras, jogo da memória, ou ainda os que permitem montar frases são boas estratégias para o desenvolvimento da leitura e, consequentemente, da escrita das palavras. Além disso, a tecnologia pode contribuir com jogos online, animados, que permitam a formação de palavras e a reprodução dos sons.

Seguindo os passos acima, os desafios na alfabetização infantil ficam muito mais fáceis de serem superados, promovendo um aprendizado completo e divertido para as crianças.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude outros pais a lidar melhor com essa fase!

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.