3 Anos e encarando sozinho as ruas de Tóquio. Com a permissão dos pais!

0
Dicas  |  Next 2 You
Happy japanese family spending time outdoor

É quase impossível acreditar, considerando-se as estatísticas de violência a que estamos acostumados no Brasil. Mas é a pura verdade, pelo menos no outro lado do mundo. 

Um programa de TV muito popular no Japão, My First Errand (Minha Primeira Incumbência), apresenta crianças na faixa etária de 2 a 3 anos realizando alguma missão, determinada pelos seus pais, a ser cumprida nas ruas de Tóquio. Na medida em que se aventuram sozinhas na execução da tarefa – geralmente alguma compra a ser feita na padaria ou mercearia próxima à residência da família -, uma câmera da produção do programa grava o desempenho dos pequenos, sem que eles percebam. 

Incumbir crianças, ainda em tenra idade, para um contato direto e solitário com a realidade exterior é um antigo costume japonês. E esta tradição talvez explique o grande sucesso do show, há mais de 25 anos em exibição no país. 

Independência, autossuficiência, confiança na coletividade.

A autonomia demonstrada por crianças tão pequenas, e a desenvoltura com que levam adiante a missão dada pelos pais, são em grande parte resultantes da educação e da cultura nipônica. Desde cedo o jovem aprende que, em tese, qualquer membro da comunidade pode ajudá-lo caso venha a enfrentar uma situação de perigo. No Japão é latente o sentimento de “confiança em grupo”, reforçado ainda mais na escola – onde as crianças se revezam em atividades coletivas de limpeza e em servir o próprio almoço, por exemplo. 

Este senso de responsabilidade pelos espaços comunitários desperta nas crianças uma conscientização do papel de cada um para o bem-estar de todos, e também fortalece a noção de recompensa e penalidade (se deixarem algo sujo, serão obrigados a limpar).

Além disso, o Japão apresenta índices baixíssimos de criminalidade, o que explica a confiança paterna em expor tão tranquilamente seus filhos a um ambiente urbano marcado pelo fluxo absurdo de pessoas e pelo trânsito intenso. Pois é, sábias lições do Oriente, que inspiram o desenvolvimento da autonomia e da independência em crianças do mundo todo, por meio da educação. 

No Colégio Next, formar indivíduos autônomos faz parte da filosofia de ensino e das práticas pedagógicas. O estímulo a estas qualidades, entretanto, também pode e deve se dar em casa. Delegar pequenas tarefas cotidianas representa, em seu conjunto, um grande impulso para fortalecer estes atributos da personalidade.

Alguns exemplos:

. Guardar os brinquedos

. Preparar lanches rápidos

. Colocar a roupa na máquina

. Ajudar a pôr a mesa

. Tirar o pó

. Regar plantas

. Separar o lixo

. Lavar a louça e a pia após as refeições

. Arrumar a própria cama e organizar o quarto

. Proceder à rotina de higiene sozinho 

. Escolher a roupa que irá vestir

. Colocar a roupa suja no cesto

Dicas para os pais:

. Incentivar o diálogo e abrir-se a ele sempre, deixando esta disposição muito clara para a criança.

. Estimular brincadeiras que despertem a iniciativa, o espírito de liderança e a autodisciplina.

. Dar à criança subsídios para que ela mesma estabeleça uma agenda de tarefas e cumpra seus compromissos – a tempo e a contento.

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. É só clicar aqui!

Fonte para elaboração do conteúdo:
https://www.bloomberg.com/news/articles/2015-09-28/in-japan-small-children-take-the-subway-and-run-errands-alone

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.