Uma das melhores coisas do mundo tinha que ter um dia mundial, né?

1
Dicas  |  Next 2 You

Se a gente for contar nos dedos quantos dos nossos conhecidos não gostam dele, certamente iriam sobrar dedos nas mãos. A iguaria é tão apreciada que muito se comenta, nos últimos tempos, sobre a possibilidade de vício. De absoluta dependência. De tentação irresistível! Sim, estamos falando do mundialmente adorado Chocolate. 

Justamente por ser uma paixão planetária, seja em suas versões mais amargas ou mais doces, com mais ou menos cacau, diets ou não, ele fez por merecer um dia mundial. 

E com tanta diversidade disponível no mercado, o difícil mesmo é consumi-lo na quantidade adequada, sem grandes exageros. 

Produzido a partir da amêndoa fermentada e torrada do cacau, o chocolate se origina das civilizações pré-colombianas da América Central, tendo sido levado para a Europa à época dos Descobrimentos, onde ganhou popularidade a partir dos séculos XVII e XVIII. 

Como o seu plantio, por questões climáticas, era inviável na Europa, a matéria-prima provinha das colônias americanas de clima tropical úmido. Atualmente, entretanto, é a África Central que concentra os grandes produtores. 

Dos tempos da colonização da América até hoje, o chocolate passou por sucessivos aprimoramentos, e foi só a partir dos processos industriais e do desenvolvimento de técnicas culinárias que chegamos ao chocolate com leite, de consistência sólida. 

Engana-se, porém, quem qualifica o chocolate meramente como um vilão a serviço do aumento da obesidade, dos níveis de colesterol e triglicérides e de problemas cardíacos. Há muito esta delícia vem sendo admitida, com parcimônia, a integrar uma dieta saudável e nutritiva. 

. Sua degustação promove uma intensa sensação de bem-estar.

. Alivia dores e reduz o estresse.

. Combate a ansiedade, a hipertensão e a depressão.

. Ajuda o raciocínio e melhora o humor, pela liberação de serotonina.

. É uma fonte privilegiada de energia.

. O consumo moderado melhora o fluxo arterial. 

. Colabora na saúde cerebral, reduzindo a incidência de AVCs.

. É bom até mesmo como hidratante, o que o qualifica também nos tratamentos estéticos. 

. Moderação é a chave para que possamos consumir chocolate sem dramas de consciência: 30 gramas por dia seria o ideal.

Deu água na boca? Tá bom, tá bom, hoje pode. É o Dia Mundial do Chocolate!

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. É só clicar aqui!

Fontes para elaboração do conteúdo:
www.wikipedia.com.br
https://www.unimed.coop.br/viver-bem/alimentacao/beneficios-do-chocolate-e-caracteristicas-de-cada-tipo
https://www.calendarr.com/brasil/dia-mundial-do-chocolate/

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.