UM POUCO DA NOSSA MATRIZ. OU MELHOR, DA NOSSA BASÍLICA.

Foto: JI/Lucas Selvati

A Basílica Menor Nossa Senhora do Belém é a Igreja Matriz de Itatiba. Inaugurada em 1850, sua construção iniciou-se em 1830 – o que significa quase 200 anos de história. Bem antes, portanto, de nossa cidade ganhar o nome de Itatiba, o que só ocorreu em 1877.

Infelizmente, o templo não possui mais as referências arquitetônicas e artísticas da época de sua construção. Reformada por diversas vezes, foi totalmente reconstruída em 1960, perdendo suas características barrocas. A única parte remanescente do século XIX é sua Torre Monumental, considerada uma das mais belas do interior de São Paulo e edificada em 1874 pelo Padre Francisco Paula de Lima. 

Mesmo com a descaracterização, o site Trip Advisor posiciona a Basílica Menor Nossa Senhora do Belém como a segunda maior atração da cidade, perdendo apenas para o Zooparque. 

Os magníficos vitrais são uma atração à parte. Alguns deles foram criados pelo artista plástico polonês Arystarch Kaszkurewicz, que chegou ao Brasil em 1952 fugindo dos horrores do nazismo e deixou uma extensa obra espalhada por várias igrejas do país. 

O que é uma Basílica?

Trata-se de um título canônico que uma igreja recebe. Ao tornar-se Basílica, passa a submeter-se diretamente à jurisdição eclesiástica do Vaticano e não à jurisdição local, ganhando assim status internacional. Tanto que todas as Basílicas do mundo devem possuir um altar reservado ao Papa, ao Cardeal ou ao Patriarca. 

O título honorífico, concedido pelo Sumo Pontífice, é outorgado a igrejas consideradas importantes por diversos motivos, dentre eles a veneração que lhe devotam os cristãos, a transcendência histórica e o valor de sua arquitetura e decoração. 

Nossa Igreja Matriz tornou-se Basílica no ano de 1991, sendo o Papa, na época, o hoje São João Paulo II.

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas.

Fontes para elaboração do conteúdo: wikipedia

http://www.itatiba.sp.gov.br/Pontos-Turisticos/paroquias-e-igrejas.html

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.