UM NOVO UNIVERSO SE ABRE PARA A EDUCAÇÃO.

É preciso reconhecer: o Metaverso é o assunto da vez. Realidade Virtual, Realidade Aumentada, luvas, macacões sensoriais e sabe-se lá mais quantos recursos e dispositivos nos colocarão literalmente imersos em novas e nunca imaginadas formas de trabalhar, interagir, se divertir e… estudar, claro!

A fantástica combinação, em tempo real, do mundo digital com o mundo físico trará infinitas possibilidades na dinâmica de aprendizagem em todos os ciclos de formação em um colégio – da Educação Infantil ao Ensino Médio. 

Basta imaginar, por exemplo, uma aula ou a realização de um trabalho sobre o sistema solar. O aluno irá interagir e coletar informações como se realmente tivesse sido teletransportado para o espaço. Já numa aula de história, poderá visitar a Roma antiga e caminhar por suas ruas, ruínas e monumentos, talvez presenciando a evolução da cidade através do tempo. No ensino superior de medicina, o maior realismo na simulação de cirurgias elevará o futuro profissional a um patamar de habilidade prática muito mais avançado.

Um ponto bastante positivo no processo de adaptação dos alunos ao Metaverso é que o período de pandemia, e seus desdobramentos no ensino remoto e híbrido, acabaram se convertendo em uma espécie de “ensaio” para a revolução que a nova tecnologia trará. Some-se a isso a familiaridade das crianças e jovens com jogos baseados em realidade virtual, que irá obviamente facilitar ainda mais esta transição. Bons exemplos são o Minecraft e o Fortnite, apenas para citar dois deles.

Segundo Bia Negri, que integra a equipe de business development do Edify Education, ao invés do aluno ver o conteúdo, no Metaverso ele estará no conteúdo. Os protocolos, tecnologias, linguagens e experiências serão cada vez mais imersivos, fundindo progressivamente as fronteiras entre o mundo físico e o virtual. E assim como o Metaverso se propõe a criar ambientes inovadores de aprendizagem, será necessário desenvolver também a educação para o Metaverso, ou seja, temos que estar prontos para ele – quer pela capacitação dos educadores, quer pelo ensino de novas habilidades aos que irão aprender com esta fantástica ferramenta.

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. 

Fontes para elaboração do conteúdo: https://revistaeducacao.com.br/2022/01/26/metaverso-educacao-pocas/ https://escolasexponenciais.com.br/tendencias-e-metricas/metaverso-e-educacao-como-antecipar-tendencias/ 

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.