SUA EXCELÊNCIA, A CANETA ESFEROGRÁFICA.

Não obstante toda a tecnologia que nos cerca, especificamente para produzirmos textos e desenhos – como os editores de textos e de imagens, a digitação nas telas touch dos celulares, os acessórios como Apple Pencil, os smartphones note e mais uma infinidade de outras ferramentas, a boa e velha caneta Bic resiste incólume ao passar do tempo. 

Da mesma forma que o papel não foi aposentado com a invasão dos conteúdos digitais, as canetas esferográficas continuam nas mesas de trabalho, nos estojos escolares, nos bolsos das camisas, nos balcões de atendimento… enfim, onde quer que você esteja neste exato instante, é improvável que você não encontre uma pelas adjacências.

Alguns dados interessantes sobre a mais clássica das esferográficas: a Bic.

. Foi inventada em 1938, pelo jornalista húngaro naturalizado argentino László Biró.

. O termo “esferográfica” deriva de esfera. Encaixada na ponta da caneta, há uma minúscula bolinha feita de carbureto de tungstênio, material quatro vezes mais resistente que o aço. Isto possibilita a distribuição constante e uniforme de tinta, evitando os inconvenientes vazamentos, mãos e roupas sujas que as tecnologias antecessoras provocavam.

. Desperdício de tempo com o enchimento manual de tinta nas canetas convencionais, borrões e páginas rasgadas pelas penas de metal foram alguns dos problemas sanados pelo surgimento da invenção. 

. Em 1945, Marcel Bich e seu sócio Edouard Buffard perceberam o potencial do novo instrumento de escrita e compraram a patente de Biró, dando início à fabricação em 1950.

. Uma Bic era e continua sendo suficientemente barata para tornar-se um item de consumo descartável, não causando grande prejuízo ao dono em caso de perda. 

. Como milhões de crianças utilizam as esferográficas nas tarefas em casa e na escola, sua tinta é atóxica. Tudo muito seguro e limpo, como convém aos materiais manipulados pelos pequenos. 

. A tinta dura bastante – ainda mais se comparada às antigas canetas-tinteiro: cada Bic carrega o suficiente para escrever entre dois e três quilômetros!

. O formato hexagonal do corpo da caneta tem dupla funcionalidade: dá mais firmeza ao manuseio e à escrita e dificulta que a caneta role e caia das mesas e carteiras escolares.

. É a caneta mais vendida do mundo. No ano de 2005 foi comercializada a centésima bilionésima unidade. 

. Bic é um clássico do design industrial. De 1938 até hoje, pouquíssima coisa mudou no design e na funcionalidade da caneta. 

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas.

Fonte para elaboração do conteúdo: http://www.revistacliche.com.br/2013/06/o-design-das-canetas-bic/

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.