Preparação para o Enem: [Parte 3] Qual o papel do Aluno?

Será que a preparação para o ENEM envolve só o estudo? Como usar o suporte da família e da escola da melhor forma possível? Neste texto, encerramos nossa série sobre a prova e nele você confere o papel do aluno nesse momento. 

Geralmente, não dá para contar apenas com os macetes para gabaritar provas para garantir uma boa nota. O preparo emocional também pode ser decisivo, assim como o cuidado com o seu corpo — e isso vai da alimentação ao sono.

Continue com a gente e confira três importantes dicas de como se preparar para o ENEM!

Fazer simulados 

Praticar, praticar e praticar. Essa, sem dúvidas, é a primeira dica para quem se prepara para fazer a prova do ENEM. É possível acessar diferentes testes e simulados online, além das próprias provas de anos anteriores. A interdisciplinaridade é uma das principais marcas dessa avaliação e o treino é fundamental para entender o funcionamento de questões que misturam diferentes matérias. 

Outro fator decisivo para uma boa nota, a redação também precisa ser praticada. Ficar ligado em noticiários e pedir dicas aos professores sobre temas que têm chances de serem cobrados pode trazer uma maior segurança para a sua produção.

Estar mentalmente preparado

Ao realizar os simulados, é importante que o treino não considere apenas as questões técnicas — ou seja, o conteúdo das matérias. Como assim? A gente explica. 

Mesmo que no último ano as provas do ENEM tenham sido realizadas em dois fins de semana, o teste ainda é longo e bastante cansativo. Assim, é preciso estar também mentalmente preparado. Treine o tempo e o volume de questões que devem ser respondidas de uma única vez. 

Com relação ao grande dia, vale visitar a escola com antecedência para conhecer o lugar e identificar o melhor trajeto até o local. Além disso, é importante estar descansado, hidratado e com roupas leves e confortáveis. 

Pedir ajuda sempre que necessário

Pode parecer que o resultado do ENEM depende única e exclusivamente de você, mas isso não é verdade. Esse momento é decisivo para muitos jovens e é normal se sentir frustrado ou ansioso pelo menos dia sim, dia não. Portanto, não tenha medo em pedir ajuda sempre que sentir necessidade. 

Os familiares e a escola também têm um papel na sua aprovação — apesar de que, é claro, você também deve fazer a sua parte. A escola deve prepará-lo especialmente no que diz respeito às disciplinas e a sua motivação (acredite: é possível cobrar de forma a motivar e não a pressionar). 

A família, por sua vez, deve funcionar como um porto seguro. Não tenha medo de assumir possíveis fragilidades perante seus pais ou responsáveis e tenha em mente que eles sempre vão querer o melhor para você. 

O papel do aluno é certamente decisivo para uma prova de sucesso no ENEM. Porém, isso não significa que você está sozinho. O suporte da família e da escola devem complementar a sua dedicação. Além disso, o estudo é importante, mas a preparação emocional também pode fazer a diferença na hora H. 

O que achou destas dicas? A gente espera que elas tenham sido úteis na sua preparação para o ENEM. Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais para ajudar outros colegas nessa mesma situação e, desde já, boa prova!

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.