Momento Curiosidade: 6 Invenções Famosas Que Nasceram Por Acaso.

0
Dicas  |  Next 2 You

Acidentes, erros, distrações. Algumas das mais famosas invenções que conhecemos foram frutos de desvios de percurso, de tentativas frustradas de se criar outra coisa. Vamos conhecer algumas delas?

Coca-Cola

Criar um remédio para dor de cabeça era a meta de John Pemberton, ao produzir a fórmula daquela que talvez seja a bebida mais famosa do mundo. Comercializada em 1886 como tônico medicinal em uma farmácia de Atlanta, só em 1899 se tornaria refrigerante.

Raio X

O físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen trabalhava com um tubo de raios catódicos coberto por um papel grosso. Um de seus ajudantes observou que o tubo iluminava a parede com uma luz verde, mesmo estando coberto. Algum tempo depois, Röntgen descobriu que filmes fotográficos conseguiam capturar os raios emitidos.

Sacarina

Constantin Fahlberg estava tentando criar um conservante de alimentos. Após o trabalho, ao jantar, sentiu um sabor adocicado na refeição e lembrou que não tinha lavado as mãos ao sair do laboratório. Pronto: estava descoberto um dos primeiros adoçantes da história.

Micro-ondas

O inventor Percy Spencer desenvolvia um radar por micro-ondas no laboratório de sua empresa, a Raytheon, quando reparou que o aparelho emitia calor. Ao aproximar uma barra de chocolate, constatou que ela derreteu. Daí para levar o princípio ao forno foi um passo!

Penicilina

Em busca de substâncias que eliminassem bactérias em feridas, o biólogo inglês Alexander Fleming esqueceu, durante as férias, seu material de estudo sobre a mesa de trabalho. Ao retornar, notou que um fungo havia contaminado as culturas, e que uma substância no fungo tinha matado as bactérias. Assim nascia, por pura obra do acaso, a penicilina – uma extraordinária revolução médica.

Por último, porém não menos famoso: o Post-it, velho conhecido de todos os estudantes.

No fim dos anos 60, Spencer Silver, cientista da 3M, pesquisava um adesivo de alta aderência. Uma das experiências resultou em um produto completamente fora do esperado, pois a cola não aderia bem e o adesivo soltava facilmente. Art Fry, químico na mesma empresa, transformou o fracasso em sucesso. Ao experimentá-lo na marcação de partituras, livros e documentos, constatou que ele podia ser removido de superfícies sem deixar resíduos.

Aproveite o bloquinho de Post-it que você deve ter aí em casa e escreva um lembrete para não esquecer de conferir as novidades do nosso blog. Combinado?

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. É só clicar aqui!

Fonte para elaboração do conteúdo: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1996/12/29/empregos/2.html

Fonte para elaboração do conteúdo: https://clubinhodecriacaouvv.wordpress.com/2015/06/24/como-um-erro-resultou-na-criacao-do-post-it/

Fonte para elaboração do conteúdo: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/grandes-invencoes-descobertas-por-acaso/

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.