Hoje é o dia do amigo. Ou não?

Para uns, Dia do Amigo. Para outros, Dia Internacional da Amizade. Mas tanto faz, já que ambas as denominações celebram um dos valores humanos mais nobres, e (infelizmente) dos mais esquecidos, em um mundo fortemente marcado pela competitividade, pelos conflitos e pelo individualismo…

Há igualmente uma certa controvérsia na data correta da comemoração. Embora o dia 20 de julho seja o mais difundido, no Brasil e em alguns dos nossos vizinhos sul-americanos, também celebra-se em 18 de abril e em 30 de julho – data oficialmente reconhecida pela ONU.

O médico argentino Enrique Ernesto Febbraro (1924-2008) é o responsável pela criação do Dia do Amigo, ou Dia Internacional da Amizade, e sua instituição em 20 de julho. A ideia surgiu com a chegada do homem à Lua, no dia 20/07/1969, pois para Enrique este fato significava que, juntos, os povos conseguiriam superar desafios quase impossíveis. Na opinião do criador da data, esse evento representava um símbolo de união entre todos os seres humanos.

De lá para cá, o 20 de julho vem se firmando no calendário comemorativo de um número crescente de países, e já é tradicional, na ocasião, o envio de mensagens e até mesmo a troca de presentes entre os amigos mais chegados.

No contexto educacional, fazer amigos e incentivar a amizade é algo inerente à dinâmica de ensino, seja na proximidade e na interação professor-aluno ou dos alunos entre si. O espírito participativo, os trabalhos em equipe e a cooperação são incentivados em todos os ciclos de ensino.

Agora, voltando à questão das datas: tanto melhor se dedicarmos três dias do ano para lembrar e fortalecer a amizade, não é mesmo? Algo tão importante para o mundo merece mesmo comemoração tripla!

Feliz dia, amigos.

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. É só clicar aqui!

Fonte para elaboração do conteúdo:
www.wikipedia.com.br

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.