Atenção redobrada! 8 cuidados para prevenir acidentes domésticos

Independentemente da faixa etária, é fundamental estarmos sempre atentos aos cuidados que devemos ter em casa para prevenir acidentes domésticos envolvendo nossos filhos. São diversas as situações que podem ocorrer com mais frequência e, sabendo de cada uma delas, é possível ter maior atenção ao que devemos fazer para evitá-las.

Veja a seguir algumas dicas importantes para prevenir os acidentes domésticos mais comuns e não se esqueça de implementá-las em seu lar!

Acidentes mais comuns conforme faixa etária

Conforme dados sugeridos pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), os acidentes domésticos mais comuns listados conforme faixa etária são:

  • 0 a 1 ano: quedas (da cama, do trocador e do colo), sufocação, asfixia, aspiração de corpos estranhos, queimaduras (cigarro, água quente) e intoxicações;

  • 2 a 4 anos: asfixia, quedas, afogamentos, sufocação, choques elétricos, intoxicações e traumas;

  • 5 a 9 anos: atropelamentos, quedas, queimaduras, afogamentos, intoxicações, choques elétricos e traumas;

  • 10 a 19 anos: atropelamentos, quedas, afogamentos, intoxicações, traumas e choques elétricos.

Muitos dos acidentes mais comuns, tanto com crianças quanto com adolescentes, podem ser evitados com alguns cuidados simples. Veja!

Cuidados para prevenir acidentes domésticos

Mantenha objetos pequenos longe do alcance dos mais novos

Para evitar aspirações de corpos estranhos, principalmente pelos mais novos, mantenha objetos pequenos longe do alcance das crianças, como tampas, rolhas, moedas, agulhas, pregos e botões.

Explique às crianças sobre perigos iminentes

Ao contrário do que muitos imaginam, explicar à criança que ela pode se machucar é, sim, uma maneira de evitar acidentes. Sendo assim, ensine-a e alerte-a sobre os riscos que ela corre diante de algumas ações.

Lembre-se de explicar com paciência e saiba apontar à criança as razões de idade, responsabilidade, capacidade e segurança. E, é claro, por ser um adulto responsável por ela, vale também impor limites e proibi-la de fazer coisas mais arriscadas!

Certifique-se de que os brinquedos sejam inofensivos

Embora muitos brinquedos tenham o selo de conformidade de acordo com a idade da criança, vale a pena averiguá-los no que se refere ao material (se pode causar alergia e outros), se são grandes o suficiente para a idade da criança, se contêm partes pequenas que possam ser engolidas, se são pontiagudos, etc.

Preste atenção aos medicamentos

Os medicamentos devem ser guardados em lugares altos, preferencialmente em armários, e, se possível, em caixas fechadas. Além disso, é importante estar atento à sua validade e evitar dá-los à criança caso estejam deteriorados ou com a coloração diferente da original.

Evite acidentes em locais com escadas

É interessante proteger as escadas com corrimão de apoio e barreiras de acesso, pois as crianças mais novas são facilmente atraídas para esses locais. Certifique-se também de não deixá-las sozinhas próximas às escadas.

Proteja janelas e varandas

O mesmo cuidado deve ser tomado com as janelas e varandas. Coloque grades ou redes de proteção em todas elas e sempre verifique se as portas de acesso às varandas estão devidamente fechadas.

Não deixe crianças sozinhas próximas de piscinas

Mesmo as piscinas com alturas apropriadas para a criança requerem cuidados pelos adultos. Evite deixar seu pequeno sozinho nessas áreas, mesmo em situações de saídas “rápidas”, como ao atender a campainha, o telefone, etc.

Acompanhe as brincadeiras dentro da água para confirmar que sejam apropriadas, coloque coletes e braçadeiras nas crianças que não sabem nadar e, quando a piscina não estiver sendo utilizada, uma dica útil é protegê-la com tela de proteção.

Disponha adequadamente líquidos inflamáveis

Líquidos inflamáveis e tóxicos podem ser um perigo para crianças de várias idades. Por isso, evite deixá-los à vista, guardando-os em locais inacessíveis para elas. Uma boa dica é deixá-los trancados em armários, já que a sua inalação ou ingestão pode trazer consequências graves e até fatais.

Existem diversas formas de prevenir alguns acidentes domésticos muito comuns nos lares habitados por crianças de várias idades. Por isso, não deixe de prestar atenção às dicas que sugerimos para você e saiba aproveitar, da melhor maneira possível, os momentos de lazer com o seu filho!

Gostou deste post e quer continuar acompanhando outras dicas? Siga-nos nas redes sociais e não perca nenhuma novidade: estamos no Facebook e no YouTube!

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.