Aprenda 7 dicas para arrasar na prova de matemática do ENEM

Bicho de sete cabeças ou coisa de outro mundo são expressões que você já deve ter escutado em algum momento quando alguém estava falando sobre a prova de matemática do ENEM. O medo dos números é algo recorrente na vida de muitos estudantes, mas, antes de qualquer coisa, é preciso ter em mente uma coisa importante: a matemática estará presente o tempo inteiro em nossas vidas, não tem como escapar disso. Então temos que aprender a conviver com essa realidade.

E acredite, é possível superar a resistência e lidar com as fórmulas e equações de maneira mais amigável. Neste artigo separamos algumas dicas de ouro que, com certeza, serão bastante uteis para você caminhar lado a lado com a matemática, sem choro, sem desespero. Se quiser ser destaque no ENEM, acompanhe com a gente:

1 – Como é a matemática do ENEM?

O ENEM é um exame cuja interdisciplinaridade é marca registrada, ou seja, todas as questões, embora divididas em temas e seções específicas, se relacionam. Em outras palavras, é uma prova pede muito raciocínio lógico e capacidade de associação.

Então eu devo parar de estudar matemática? Claro que não! É preciso ter noção dos assuntos mais recorrentes, pois só assim será possível desenvolver o raciocínio para responder a todas as questões. Mas prepare-se para encontrar perguntas nas quais a solução envolve mais do que somente matemática — e, às vezes, mais de uma fórmula.

2 – Cuidado com os macetes

Você já deve ter visto dezenas de macetes para ajudar na matemática do ENEM. A pergunta é: funciona? Depende. Se o macete é usado como forma de estudo para ajudar na memorização de uma fórmula, é válido. Por exemplo: minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá, seno A cosseno B, seno B cosseno A. Esse é um caso bem antigo no estudo do seno e cosseno (arcos), usado de maneira descontraída por muitos professores.

Mas evite o apego excessivo aos macetes. Eles devem ser usados como forma de associação para ajudar nos estudos e nunca como decoreba. Busque sempre entender a aplicação das fórmulas.

3 – Faça anotações sem economia

Os seres humanos têm uma capacidade de memorização incrível. Nossa mente é uma das coisas mais intrigantes desse universo, mas não abuse disso. Em época de estudos, a ansiedade e o nível de estresse aumentam e, com isso, a possibilidade de esquecer as coisas fica maior, então é bom estar prevenido.

Anotar e repetir em voz alta o que está escrevendo é um excelente exercício para assimilar a matemática do ENEM. O conjunto papel e caneta deve ser seu grande aliado e usar outros recursos, como fazer esquemas e fluxogramas, também pode ser útil.

4 – No pain, no gain

A expressão, que quer dizer algo como “sem dor, sem ganho”, em português, é muito usada no universo da musculação e do fitness. A ideia é de que sem sacrifício não há recompensa e com os estudos é a mesma coisa: sem esforço, sem exercício não há avanço.

Aprender a matemática do ENEM requer estudo e, sobretudo, prática. Se para ganhar músculo um atleta malha pegando peso, o estudante, por sua vez, só aprende praticando. Faça exercícios, resolva questões de provas anteriores e ponha em jogo suas habilidades. Quanto mais praticar, menor será a probabilidade de você errar.

Veja também este post com 10 dicas para te ajudar a concentrar nos estudos.

5 – Não carregue dúvidas

Sabe aquele momento em que o assunto não ficou claro, mas você, por timidez ou por achar que é coisa boba, acaba não perguntando ao professor? Essa dúvida vai ficar martelando a sua cabeça por um bom tempo e isso não é bom. Lembre-se: não existe pergunta boba e a sua dúvida sempre pode ser a do outro também.

A recomendação é não ficar com dúvidas. Levante a mão e pergunte. Caso você seja tímido, espere o final da aula e converse em particular com o professor. O importante é que você aprenda e, em se tratando da matemática do ENEM, quanto menos interrogações, melhor. Já falamos sobre isso também neste post sobre o Plantão de Dúvidas.

6 – O que você não pode deixar de ver

Álgebra, geometria, conjuntos, porcentagem, regra de 3, análise combinatória e trigonometria são assuntos cobrados recorrentemente na matemática do ENEM. Então é sempre bom manter um foco neles.

7 – A web como sua aliada

Use e abuse da internet. Hoje em dia é possível encontrar milhares de materiais, apps e ferramentas que podem ajudar nos seus estudos. Explore vídeos, blogs e fóruns. Esses ambientes são colaborativos e as pessoas deixam comentários e contribuições úteis, então vale a pena dar uma olhada.

Mas é bom manter o foco, pois a tentação das redes sociais vai rondar você o tempo inteiro. Se puder imprimir ou baixar os materiais para ver off-line é ainda melhor. Conheça ainda 5 vantagens de usar a tecnologia em prol da educação.

Essas dicas podem te ajudar bastante a ter sucesso nessa avaliação tão importante que é o ENEM. Seguindo-as à risca, você só tem a ganhar! Tem alguma outra sugestão para ajudar a vencer a matemática e se dar bem na prova? Conte pra gente e deixe um comentário!

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.