2.073.600 ÁRVORES SERÃO DERRUBADAS NO BRASIL SÓ HOJE.
E HOJE, POR SINAL, É DIA DELAS.

Que bom se tivéssemos apenas bons motivos para comemorar o Dia da Árvore. Infelizmente, a realidade nos convida a refletir e a agir ao invés de festejar. Só aqui no Brasil, são 24 árvores abatidas por segundo. 1.440 por minuto. 86.400 por hora, num total diário de dois milhões e cem mil árvores a menos em nossas florestas!!!

Tais números são ao mesmo tempo brutais e desafiadores, pois exigem medidas e mudanças de comportamento em curto prazo.

A verdade é que nunca se falou tanto em desmatamento e em incêndios florestais como agora. Não por acaso: eles estão no cerne das mudanças climáticas que o mundo vem sofrendo, e estancar o processo de extração de madeiras é questão primordial para a manutenção da diversidade biológica.

O desequilíbrio ambiental, causado pela perda da vegetação nativa, afeta seriamente a biodiversidade e compromete o habitat de animais e plantas – aumentando o número de espécies em extinção, destruindo ecossistemas e prejudicando das mais diversas formas as sociedades e suas economias.

Por outro lado, a expansão desnecessária da agricultura e da pecuária sobre florestas nativas – já que o manejo adequado permite o aumento da produção agrícola sem que mais áreas florestais sejam derrubadas – , associada à atividade mineradora, à exploração de recursos naturais em busca de novas matérias-primas e ao aumento das queimadas, trazem como resultado um desajuste ecológico cada vez mais fora de controle.

Dentre as graves consequências da devastação dos biomas, a intensificação do efeito estufa talvez seja a mais perversa. Porém, não menos importantes são os danos causados à água e ao solo. Sendo as florestas responsáveis pela regulação de mais da metade das águas doces do planeta e pelo consequente fornecimento de umidade, dizimá-las significa alterar perigosamente a harmonia climática de muitas regiões. E o prejuízo até agora observado não é pouco: calcula-se que em torno de 20% da Amazônia brasileira já tenha sido completamente desmatada.

Ainda é tempo de mudar este quadro!

Podemos contribuir de muitas formas para preservar o meio ambiente, como um todo, e as árvores de maneira particular. O Colégio Next, que possui o privilégio de cultivar em seus domínios mais de 25.000 m2 de área verde, tem vários projetos e iniciativas ligadas à questão ambiental. São ações em que alunos, pais, professores e colaboradores, em conjunto com a comunidade itatibense, fazem sua parte pela natureza. Tudo para que, num futuro muito próximo, todos tenhamos saudáveis motivos para comemorar o dia de hoje!

Fique à vontade pra compartilhar este post com seus amigos, e não deixe de se cadastrar pra receber notícias nossas. 

Fontes para elaboração do conteúdo: https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/areas_prioritarias/amazonia1/ameacas_riscos_amazonia/desmatamento_na_amazonia/?gclid=EAIaIQobChMI1ZvG3NeN8wIVSQ2RCh1e_gA5EAAYASAAEgKIevD_BwE

https://www.ecycle.com.br/desmatamento/

Compartilhar
1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.