Alfabetização e tecnologia: é possível aliá-las?

O letramento infantil é um processo que requer diferentes estratégias para ser bem-sucedido. Seja em um ambiente escolar ou em casa, pais e professores dispõem de muitos recursos que podem facilitar a aprendizagem, tornando essa experiência muito mais prazerosa.

Hoje, a tecnologia tem se tornado parte indispensável do processo de aprendizado. Afinal, ela tem influenciado não apenas na organização de nossa vida, mas também na forma como podemos aprender. 

Com os múltiplos recursos que oferece, a tecnologia pode ser uma grande aliada no processo de alfabetização. Acompanhe o post de hoje e veja como a ela pode ajudar no processo de alfabetização das crianças: 

Alfabetização e tecnologia na escola: como funciona?

Na escola, o processo de alfabetização basicamente se resumia ao reconhecimento e à escrita de letras, palavras e frases que eram registradas no caderno e em outros materiais, além de outras atividades importantes, como contação de histórias e hora da leitura, por exemplo. 

Esses exercícios de escrita ajudam na assimilação das formas de cada uma das letras e, por extensão, no próprio desenvolvimento da leitura.

Com a introdução de ferramentas tecnológicas no ensino, essas práticas sofreram algumas modificações, tendo em vista que o professor teve à sua disposição outros recursos. Assim, computadores e tablets – que possuem muitas atividades interativas – tornaram-se aliados a mais para o processo de alfabetização. 

Há boas opções que podem ajudar nesse processo:

  • Alfabeto e números: nestes jogos, enquanto reconhecem a forma das letras, as crianças podem associá-las aos sons correspondentes e às imagens que são apresentadas.  
  • Jogos de palavras: de forma interativa, o aplicativo disponibiliza letras para formar palavras. Mesmo que o jogo se assemelhe à forma já tradicional de formar palavras, vale a pena incentivar as crianças a brincar com esse jogo, pois estarão fazendo a atividade em um suporte diferente. 
  • Livros digitais: com essa ferramenta, o aluno cria a própria história, podendo inserir imagens e personagens. Ao terminá-la, ele poderá dividi-la com os colegas e com o professor. 

Para que os recursos possam ser bem-aproveitados, é importante que o professor faça um bom planejamento de suas aulas. A ideia é sempre equacionar atividades de escrita com leituras e demais atividades em tablets e outros dispositivos disponíveis na escola.

Como aliar alfabetização e tecnologia em casa?

Os pais também exercem um papel importante na alfabetização dos filhos e podem contribuir muito para que o processo possa ser desenvolvido de forma lúdica e interativa. Em tarefas e trabalhos escolares, o computador e o tablet podem ser equipados com jogos interativos de formação de palavras, reconhecimento de palavras e associação de figuras a nomes, por exemplo. 

Para incentivar a leitura, pode-se fazer uso de dispositivos digitais. As imagens e os sons presentes nas histórias despertam a curiosidade e o interesse das crianças.

Entretanto, é importante que os pais supervisionem o modo como os filhos estão interagindo com esses instrumentos. O intuito é fazer das ferramentas tecnológicas mais um recurso para a aprendizagem; portanto, equilíbrio no uso delas é fundamental! 

Afinal, é possível aliar alfabetização e tecnologia? 

Alfabetização e tecnologia podem ser unir para aprimorar a aprendizagem dos alunos. Mais que uma nova ferramenta para aprender, seu uso está ligado às novas tendências na alfabetização.

Seja com atividades que exijam a grafia dos alunos ou em atividades que demandam o reconhecimento e até mesmo a digitação de letras e pequenos textos, o enriquecimento proporcionado por esses recursos só contribui para que o processo de aprendizagem possa ser cada vez melhor. 

Portanto, o segredo está em fazer uso dos dois recursos: unir o tradicional e o moderno, buscando equilibrar a utilização das ferramentas. 

E você, o que acha do aumento das possibilidades de aprendizado que a tecnologia possibilita? Acredita na junção de alfabetização e tecnologia? Deixe um comentário e compartilhe suas ideias conosco!

Compartilhar
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.