Rendimento escolar: o que fazer se o filho está indo mal na escola?

O ano letivo foi passando e você começou a notar um problema recorrente, ou mesmo uma mudança no rendimento escolar do seu filho? Calma: essa situação é reversível!

Antes de tomar uma atitude propriamente dita, é preciso entender que o declínio pode ser uma consequência de diversas causas. Entre elas, podemos citar desde a desmotivação da criança até problemas na instituição de ensino, mas existe uma série de nuances nesse caminho que deve ser analisada com atenção.

Para não cometer nenhum equívoco, os pais devem conhecer algumas medidas eficazes para melhorar do desempenho dos filhos, tanto em casa quanto no local de ensino. No post de hoje, mostraremos a você as principais delas.

Aplique uma rotina de estudos

Toda criança ou jovem deve ter horários organizados e uma rotina para seus estudos, que deve ser inicialmente vigiada pelos pais para o seu cumprimento.

O responsável deve introduzir os horários para a criança não somente nos estudos, mas também em atividades de lazer como assistir TV, usar a internet, brincar e sair. Assim, a criança adquire a consciência dos seus deveres e passa a priorizá-los no dia a dia.

Imponha responsabilidades

Crianças e adolescentes devem conhecer seus limites, respeitar as regras (tanto em casa quanto na sua instituição de ensino) e conhecer as consequências do cumprimento ou não das mesmas.

É importante que ele saiba que as regras estabelecidas são de responsabilidade dele e que é preciso conhecê-las com clareza. Caso não cumpridas, o responsável deverá aplicar consequências, como retirar alguma atividade de lazer. Assim, o jovem poderá se desenvolver como uma pessoa responsável.

Acompanhe as atividades

Procure criar um laço com os filhos e ser atencioso aos seus feitos. É preciso acompanhá-los sem o peso da cobrança, mas sim encorajando suas tarefas diárias. Evite julgá-los severamente pela mal execução de tarefas: ao contrário, dê o exemplo e mostre-os como manter uma boa conduta.

Frequente as reuniões escolares e observe o rendimento escolar

É fundamental que exista uma boa relação dos responsáveis com a escola. Isso demonstra à criança ou ao adolescente que a família se importa com seu desempenho escolar e que mantê-lo é importante.

Essa prática também permite que você conheça o trabalho da instituição e avalie se ela é ou não a ideal para o seu filho, entendendo melhor o que pode estar prejudicando o aprendizado e focando no que está ao seu alcance.

Procure profissionais particulares

Caso o problema seja mais complicado, uma ótima possibilidade de ajuda é a contratação de um professor particular. Esse profissional trabalhará o tempo todo com o seu filho e saberá focar nos pontos mais complicados que ele apresentar.

Como você viu, o apoio familiar para jovens com baixo rendimento escolar é essencial. Aplicando as dicas que demos aqui no seu dia a dia, você estará preparado para mudar o comportamento da sua criança frente aos estudos, estimular seu desenvolvimento e valorizar a relação da escola com a família.

Agora que você já viu o que é preciso para melhorar o rendimento escolar do seu filho, que tal seguir estimulando seu aprendizado? Confira aqui nossas 6 dicas para estimular a leitura em crianças!

Compartilhar
0

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *